sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Palestra "Obra-vida" de Fernando Pessoa"



No dia 8 de Dezembro, por iniciativa da Rede de Bibliotecas de Almeida, decorreu na biblioteca municipal, a palestra "Obra-vida de Fernando Pessoa (que sofreu do que chamou "incompetência para a vida" mas encarregou os seus heterónimos de viver em seu lugar três diferentes vidas)" com a escritora pessoana Teresa Rita Lopes.
Obrigada à escritora por ter aceite o convite e ter partilhado com todos os presentes os seus ensinamentos.
Bem haja!


terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Sessão de autógrafos com os pequenos leitores

 
Com gaivotas e palavras afetuosas, Teresa Rita Lopes deixa a sua marca nos livros dos leitores que já conquistou e jamais a esquecerão.
 
 

A escritora Teresa Rita Lopes entrevistada pelos pessoinhas

Olá malta!

Depois de uma excelente representação de "A asa e a casa", pelo clube de teatro do agrupamento de escolas de Almeida, a quem felicitamos, desde já, foi a vez da escritora, de obra tão deliciosa, subir ao palco.
No cenário magnífico criado por alguns docentes de educação visual para a representação da peça de teatro, Teresa Rita Lopes ouviu e respondeu às questões que os pessoinhas lhe colocaram. Ainda houve tempo para a leitura, a pedido da meninagem, da redação "A vaca", do seu livro "Jogos, versos e redações". As palmas vieram espontaneamente da plateia...
Parabéns a todos os que trabalharam para que este evento acontecesse e enchesse de magia até os corações mais empedernidos.
Ficam ainda os agradecimentos à câmara municipal de Almeida, ao agrupamento de escolas de Almeida, aos professores envolvidos, à rede de bibliotecas do concelho de Almeida, aos pais e a todos os alunos.

sábado, 1 de dezembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Escritora Teresa Rita Lopes


Teresa Rita Lopes

A escritora TERESA RITA LOPESA escritora TERESA RITA LOPES

Voluntariado da leitura - Aventais contadores de histórias

Já foram construídas as primeiras personagens para o projeto "Aventais contadores de histórias".
 O espantalho Gustavo e a Amélia brevemente ganharão vida através do avental contador da história "O espantalho enamorado", de Guido Visconti.



Parabéns às criadoras!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Projeto ler mais jovem - "Fardos e fardas nos caminhos do contrabando"


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Teresa Rita Lopes

Biografia:
 
 
Nasceu a 12 de Setembro de 1937, em Faro. Viveu treze anos em Paris (1963/1976) onde foi professora na Université de la Sorbonne Nouvelle e defendeu a tese de doutoramento F. Pessoa et le drame symboliste - héritage et création (1975).

É, desde 1981, professora catedrática de literaturas comparadas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (actualmente jubilada), onde dirige o Instituto de Estudos sobre o Modernismo.

Escreve poesia e contos desde sempre. Sete livros de poesia: Os dedos, os dias, as palavras, ed. Figueirinhas, Porto, 1987, Prémio Cidade de Lisboa, 1987; Por assim dizer, ed. De Viva Voz, Lisboa, 1994; Cicatriz, ed. Editorial Presença, Lisboa, 1996, 2ªed. 1997, com texto introdutório de Manuel Alegre, Prémio Eça de Queirós de Poesia, 1996, tradução para francês: La Cicatrice, ed. Ambuedi, Bruxelas, 2000, e para castelhano, Cicatriz, ed. El Bardo, Barcelona, 2006; Afectos, ed. Presença, Lisboa, 2000; A nova descoberta de Timor, ed. Imprensa Nacional-Casa da Moeda, Lisboa, 2002; A Fímbria da Fala, ed. Ausência, Porto, 2002; Antologia bilingue português-italiano, por Giulia Lanciani, A fior de parola, Roma, Japadre, 2000. Poemas seus têm sido também traduzidos para castelhano e catalão, figurando em antologias nessas línguas. Em Novembro de 2006 foi editada em Paris (éd. la différence) uma antologia bilingue da sua poesia, traduzida por Catherine Dumas, La Vie en vers.
Publicou recentemente contos para todas as idades: Estórias do Sul, ed. Colibri, 2005.
Também desde sempre se tem dedicado ao teatro. Tem mais de vinte peças escritas e representadas em vários países (além de Portugal: França, Bélgica, Itália, Roménia e Alemanha) Publicou: Três Fósforos, in “Teatro 62”, ed. Guimarães Editores, Lisboa, 1962; Sopinhas de mel, ed. Moraes Editores, Lisboa, 1981; Teatro I: Rimance da Mal Maridada e Sopinhas de mel, ed. De Viva Voz, Lisboa, 1994; Andando, andando, ed. Campo das Letras, Porto, 1999; Esse tal alguém, ed. Campo das Letras, Porto, 2001, Grande Prémio de Teatro da Associação Portuguesa de Escritores; As Barbas de Sua Senhoria, ed. Apenas Livros, Lisboa, 3ª ed. 2004; e A Asa e a Casa, ed. Campo das Letras, Porto, 2004;Coisas de Mulheres, ed. ed. Biblioteca Arquivo Teatral Francisco Pillado Mayor, Corunha, 2006. A Imprensa Nacional-Casa da Moeda acaba de publicar o seu Teatro Reunido, em dois volumes.
Trabalha sobre Pessoa desde 1964. Publicou, em Paris, além de artigos vários, estudos sobre e textos inéditos de Pessoa: F. Pessoa et le drame symboliste (Paris 2004, 3ª ed., éditions de la différence); F. Pessoa et le théâtre de l’être (Paris, 1992, la différence); L’Heure du Diable (3ª.ed. 2000) e Le Privilège des Chemins (2ª ed. 2004), ambos na Ed. Corti; Notes en souvenir de mon maître Caeiro (Paris, 1997, ed. Fischbacher).
Estuda sistematicamente, sozinha e em grupo, a obra inédita de Pessoa. Daí as obras Vida e obras do Engenheiro e Pessoa por conhecer, ( 2 volumes), ambas dadas à estampa pela Estampa. Pessoa por Conhecer recebeu o prémio do Pen Club (ex-aequo com Tertúlia Ocidental, de António José Saraiva). Publicou em S. Paulo (Brasil) uma antologia de Pessoa, com estudo prévio, Os melhores poemas de F. Pessoa, na ed. Global, que conta 12 edições. Coordenou mais de uma vintena de obras de Pessoa no âmbito do Instituto de Estudos Sobre o Modernismo, que dirige, inclusive as da colecção Obras de Fernando Pessoa, da edição da Assírio e Alvim, traduzidas algumas para várias línguas.A obra colectiva Pessoa Inédito (Lisboa, Livros Horizonte, 1993) reúne textos inéditos e pequenos ensaios sobre o autor. Publicou em Junho 1993, na Editorial Estampa, uma edição crítica da obra poética de Álvaro de Campos: Álvaro de Campos, Livro de versos. (3 edições).
Em 1997 edita, de Álvaro de Campos, Notas para a recordação do meu Mestre Caeiro (Lisboa, ed. Estampa) e reedita, com novo prefácio A Hora do Diabo, um conto de Fernando Pessoa (Lisboa, Assírio e Alvim). Em 1998: Pessoa vivendo e escrevendo (Lisboa, Assírio e Alvim). Em 2002: Poesia, de Álvaro de Campos, Lisboa, ed. Assírio e Alvim (3ª ed. 2005).
Algumas das suas montagens de textos de Pessoa têm sido representadas em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente Le Théâtre de l’être (em Paris e Bruxelas) Le Privilège des Chemins (no Festival d’Avignon, em Bruxelas, no Théâtre-Poème, e na Comédie Française, em Paris, 2004), e L’Heure du Diable (em Paris, 2003). O grupo de teatro Acta, de Faro, levou à cena em Abril de 1999, uma peça sua (inédita) em que põe em cena Pessoa, Álvaro de Campos e Jorge Luís Borges. O Teatro Nacional D. Maria II vai apresentar, em 2008, uma peça sua sobre a vida e obra de Pessoa: Pessoa: “Véspera de partida”.
O vídeo Fernando Pessoa, o Teatro do Ser, editado pela Editorial Presença, em 1994, foi reeditada, em português e inglês, pela ed. Assírio e Alvim.
T.R.L. tem-se dedicado também à obra de Miguel Torga, sobre a qual tem vários ensaios e o livro Miguel Torga: ofícios a um “deus de terra”, Porto, 1993 (prémio Unicer - Letras e Letras).
No âmbito da literatura infanto-juvenil editou os seguintes títulos: Jogos, versos e redacções, ed. Presença, Lisboa, 2001; Andando, andando, ed. Campo das Letras, Porto, 1999; A asa e a casa, na mesma editora, 2004.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

UM VERDADEIRO TESOURINHO NA NOSSA BIBLIOTECA


  
 
"O princípio", de Paula Carballeira com ilustração de Sonja Danowski, da editora Kalandraka, é um livro que nos leva a refletir acerca dos efeitos cruéis e devastadores de uma guerra.
Contudo, a história narrada a partir da voz de uma criança, e transportando-nos com todo o detalhe até ao local onde rebentam as bombas, é uma mensagem de esperança.
Boas leituras!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Mês internacional das bibliotecas escolares

No âmbito da comemoração do "Mês internacional das bibliotecas escolares"a biblioteca disponibiliza aos seus utilizadores o site da biblioteca digital mundial.


As bibliotecas, organismos vivos, terão que se adaptar à natureza complexa e em constante mudança do mundo da informação.


As bibliotecas mais do que a casa dos livros, são o sítio onde temos acesso à informação, ao conhecimento. São o espaço onde perdura a memória do passado e onde os livros coabitam em estreita irmandade com os equipamentos tecnológicos que permitem o acesso ao conhecimento através de outros suportes.


Em junho de 2011, Steve Jobs fez a sua última aparição pública numa conferência onde  divulgou o iCloud, um serviço que muitos acreditam que se tornará o seu maior legado.
Como Jobs imaginou, todo o universo de músicas, livros, filmes e uma variedade de outros produtos de informação residiriam no iCloud e poderiam ser descarregados quando alguém lhes quisesse aceder.

 Pois é...a biblioteca nas nuvens!Foi assim que Jobs a imaginou. Um génio do nosso século!

 Cada biblioteca precisará de se ajustar ao futuro.

Alguns links de interesse sobre Jobs:
Steeve Jobs
Conferência de Jobs

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

ADIVINHAS DIVERTIDAS

Olá amiguinhos!
A biblioteca disponibiliza um endereço eletrónico com adivinhas divertidas para vocês e ainda com a história "O velho, o rapaz e o burro".
Este belo conto tradicional português ensina-nos que apesar de fazermos o que entendemos ser mais  correto, as pessoas têm tendência a criticar tudo. Por conseguinte, não devemos dar ouvidos a quem não tem juízo.
Boas leituras!

Adivinhas

O velho, o rapaz e o burro

terça-feira, 9 de outubro de 2012

OUTUBRO: MÊS INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES


"Para celebrar esta data, a IASL propôs, como habitualmente, um tema aglutinador: Bibliotecas escolares: uma chave para o passado, presente e futuro.
Uma chave para o passado, porque sem memória e transmissão do conhecimento seria impossível receber a herança e património de saberes, que hoje nos identifica a todos; uma chave para o presente, porque só através do domínio da informação e gestão do conhecimento, que configuram a nossa era, podemos dar continuidade a esse legado, enriquecê-lo e projetá-lo no tempo; uma chave para o futuro, porque este dependerá sempre da ação, expectativas e capacidade de gerir as mudanças com que o desejamos tecer.
As bibliotecas são uma das criações humanas que melhor cumprem este desígnio, de perpetuar, gerar e promover o conhecimento, no sentido de uma sociedade mais culta e instruída. A importância particular das bibliotecas no campo educativo faz delas uma das chaves maiores deste desígnio."

Rede de Bibliotecas Escolares - Mês internacional das bibliotecas escolares [Em linha].[consult.9 Out. 2012]. Disponível em URL: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/363.html


Missão da Biblioteca Escolar
"Está demonstrado que, quando professores e bibliotecários trabalham em conjunto, os estudantes atingem maiores níveis de literacia, de leitura, de capacidade de resolução de problemas, bem como que adquirem competências de informação e comunicação."



quarta-feira, 3 de outubro de 2012

CADERNO DE APOIO ÀS METAS CURRICULARES

A biblioteca disponibiliza aos seus utilizadores uma compilação de textos de apoio às metas curriculares de português no domínio da poesia.

Construir e-books com a wikipédia



Agora já podemos construir um e-book em formato pdf ou e-pub através das páginas selecionadas na wikipédia, usando uma ferramenta por esta desenvolvida.
A biblioteca disponibiliza um vídeo explicativo no seguinte link: Construir e-books com a wikipédia
Boas pesquisas!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Melhor democracia, mais cidadania,outra literacia, outra economia





A biblioteca disponibiliza aos seus utilizadores um endereço eletrónico útil para troca de livros, pois o tempo presente é de poupança e de mudança de mentalidades.

WinkingBooks é uma comunidade que fomenta a troca de livros de todas as áreas incluindo manuais escolares.

WINKINGBOOKS - troca de livros

Boas leituras

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O contributo da RBE e PNL no combate ao problema da iliteracia


No dia 6 de setembro foi apresentado na Conferência "Literacy for All", promovida pela Presidência do Conselho da Europa da União Europeia, em Nicosia (Chipre), um importante relatório sobre literacia, elaborado por um grupo independente de especialistas, a pedido da União.http://ec.europa.eu/education/literacy/what-eu/high-level-group/documents/literacy-final-report_en.pdf

O relatório procura ser uma chamada de atenção para o problema da iliteracia, que afecta atualmente todos os países europeus, analisando a problemática que, no presente, envolve o domínio da literacia, a sua evolução face ao desenvolvimento das modernas tecnologias e à necessidade de repensar o tipo de competências necessárias no futuro, bem como as estratégias para a sua melhoria.
Contém ainda uma série de recomendações, entre as quais se inscrevem o reconhecimento e reforço do papel das bibliotecas escolares no livre acesso à informação, aprendizagem e desenvolvimento da literacia, e a continuidade do apoio a este sector.

Portugal é um dos países referidos que mais progressos fez a nível do PISA, sendo dado destaque, a este propósito, aos contributos do PNL, RBE e de outras iniciativas.





sexta-feira, 24 de agosto de 2012

terça-feira, 5 de junho de 2012

Logótipo da Rede de Bibliotecas de Almeida e cartão único

O cartão único das bibliotecas já está a funcionar em todas as bibliotecas do concelho (biblioteca municipal e bibliotecas escolares).
O logótipo da Rede de bibliotecas de Almeida é já uma realidade.

Campanha de reutilização de manuais escolares


Em tempos de crise importa recordar alguns ensinamentos antigos como forma de agitar as mentes adormecidas:"Remenda o teu pano chegar-te-á ao ano, volta-o a remendar voltar-te-á a chegar."
Inspirados neste provérbio pretendemos alertar as consciências para o valor do livro e para a importância da partilha, da poupança e da preservação do ambiente.
Para mais informação consultar:http://www.cm-almeida.pt
http://www.cm-almeida.pt/municipio/noticiasdomunicipio/Documents/troca_livros/Regulamento_re_manuais.pdf

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Bibliotecas HOJE

Não deixem de ler o artigo de opinião"Homenagear os livros" publicado no Jornal de Letras nº1087, de 30 de maio a 12 de junho, escrito por Luísa Lobão Moniz, já nas bibliotecas do nosso agrupamento.
Para abrir o apetite da leitura aqui fica um excerto:
"A biblioteca era uma sala tristonha, os livros dados pela Câmara Municipal, estavam fechados em armários de madeira escura, com portas de vidro. Lá dentro além dos livros, havia um pequeno dossier com as requisições, à espera de serem preenchidas, e outro dossier zelosamente organizado com o inventário dos livros.
Cuidado, que elas (crianças) vão partir os vidros , cuidado que se estragarem algum livro o professor terá que o repor. Era tanto o cuidado que o melhor era deixar ficar os livros a passarem o ano letivo sossegados e sempre novos dentro dos armários. [...] Nunca as escolas proporcionaram tantas atividades de promoção de leitura como agora, nunca tantas crianças e adolescentes frequentaram a biblioteca escolar como agora, nunca tantas crianças e adolescentes conviveram com escritores como agora."
"Muitas são as críticas ao ensino vigente: as crianças chegam ao pré-escolar sem regras,sem saberem o "básico", as crianças chegam ao 1º ciclo sem saberem as competências necessárias, as crianças chegam ao 2º ciclo sem saberem ler [...]Se calhar teríamos que reprovar as famílias, a falta de emprego, a falta de condições económicas e sociais de muitas, muitas famílias. E o que fazíamos com elas? E, então sim as crianças, os adolescentes sairiam das escolas a saber tudo. Mas não é assim e ponto final."
"A semana da leitura, criada pelo PNL, por Isabel Alçada e Teresa Calçada, é o exemplo vivo de que a literacia é muito mais do que alfabetização. As bibliotecas enchem-se de alunos, de professores, há leitura feita por alunos, escritores, contadores de histórias, de sessões sobre temas que preocupam os professores como o insucesso, a indisciplina... As escolas durante esta semana respiram trabalho partilhado, participação de todos, ou seja dos professores, dos alunos, dos pais, das assistentes operacionais, de convidados."
"Das bibliotecas tristonhas passou-se para bibliotecas vivas e dinâmicas, muitas vezes são as meninas dos olhos das escolas, são o orgulho partilhado por quem lá trabalha e a utiliza."

Moniz, Luísa Lobão - "Homenagear os livros". Jornal de Letras.nº1087, (de 30 de maio a 12 de junho de 2012)p. 6.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Depois da sementeira, a leitura apetitosa de "João e o feijoeiro mágico"

Depois de semeados os feijões na "Horta pedagógica", vamos para a sala de aula fazer a leitura expressiva do livro "João e o feijoeiro mágico", recontado por Richard Walker e ilustrado por Niamh Sharkey, da editora Livros horizonte.
Deixo aqui um excerto para abrir o apetite: "João vivia com a sua mãe e Daysy a vaca, numa casita em ruinas à saída da vila. A mãe do João também gostava de fazer só um bocadinho disto e um bocadinho daquilo. Não tinham muito dinheiro mas não se ralavam muito com isso."

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Pedro Seromenho e a magia dos seus livros

Foi no mágico cenário criado pelo grupo de teatro da escola de Almeida para a dramatização de "O sapo apaixonado", que decorreu o encontro com o escritor Pedro Seromenho. O escritor e ilustrador espalhou magia entre a pequenada nas duas escolas do agrupamento ao viajar pelos seus livros, sempre com um pendor pedagógico. De boca aberta , riam e aderiam aos desafios lançados pelo Pedro, como eles já lhe chamavam, como se de um amigo de longa data se tratasse.
O escritor não resistiu a experimentar a máscara do sapo. As princesas beijaram-no avidamente para que ele se transformasse num verdadeiro príncipe. Depois foi a vez de autografar os livros e , como não podia deixar de ser, a tão esperada ilustração. Princesas, castelos, luas e tubarões fizeram as delícias dos petizes. Que olhos grandes e pestanudos!
Todos os dias devíamos ser presenteados com tamanha magia!
Obrigada a todos os que tornaram possível esta atividade.
Aguardamos ansiosos pelo novo livro que, pelos vistos, já está na forma.
Muito sucesso!

Palavras do Pedro Seromenho no seu facebook: "Adoro esta foto! É exactamente assim que me sinto, a viajar sem forma nem corpo, enquanto partilho as histórias com os pequenos :)"
http://www.facebook.com/#!/seromenho75
http://www.youtube.com/watch?v=3XHdVwMs-QA&feature=youtu.be




"Horta pedagógica"

A biblioteca e os alunos do 5º ano, turma A, no âmbito da disciplina de estudo acompanhado, associaram-se ao projeto "Horta pedagógica" dinamizado pelo pré-escolar do agrupamento.
Pequenotes e mais crescidos caminharam de  mãos dadas, com os bolsos cheios de sementes e plantinhas, rumo à horta do Sr. João. O porco Chico Reco, habituado à pequenada, interrompeu a soneca para um cumprimento matinal.
Depois, foi a vez de lançar as sementes à terra e plantar as frescas alfaces. Preciosos foram os ensinamentos do Sr. João, que com a sua experiência e de enxada na mão traçou a preceito os regos na terra arada e já fertilizada, prontos a receberem a semente.
Boas colheitas amigos!



quinta-feira, 17 de maio de 2012

PROJETO "LEITURA EM TROCA DE PINTURAS E TAPEÇARIAS" TAPEÇARIAS

Agora foi a vez dos alunos de educação tecnológica transformarem as leituras feitas em contexto de sala de aula em lindas tapeçarias. A exposição dos trabalho far-se-á nas bibliotecas do agrupamento e na biblioteca municipal.
Parabéns aos professores e aos alunos envolvidos!

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Pedro Seromenho nas bibliotecas do agrupamento de escolas de Almeida


Pedro Seromenho

Pedro Seromenho Rocha, de nacionalidade portuguesa nasceu em 1975, na cidade de Salisbúria (Harare), República do Zimbabué. Com apenas dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde reside atualmente.
Embora se tenha formado em Economia, desde muito cedo demonstrou gosto pela escrita e pela pintura, colaborando em inúmeras publicações e exposições como escritor e ilustrador.

Publicou diversos livros, entre eles:

• A Nascente de Tinta

• Por Que é Que os Animais Não Conduzem?

• O Reino do Silêncio

• 900 – A História de um Rei.

http://seromenho.blogspot.com/

sexta-feira, 27 de abril de 2012

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Apoio ao desenvolvimento curricular

No âmbito do domínio MABE, trabalhado no presente ano letivo, a equipa das bibliotecas construíram dossiês pedagógicos em articulação com o clube de artes para apoiar o trabalho em contexto de sala de aula e nas salas de estudo criadas no presente ano letivo no agrupamento. Será um trabalho sempre em constante atualização com a colaboração de todos os docentes das várias áreas disciplinares.Estão disponíveis nas bibliotecas para requisição.

"As aventuras de TINTIN", o ícone cultural criado por Hergé, já está nas bibliotecas do agrupamento



Trata-se da adaptação cinematográfica dirigida por Steven Spielberg e produzida por Peter Jackson das aventuras criadas pelo desenhista belga Hergé. Esta primeira aventura  acompanha o detetive Tintin, o seu cachorro Milu e os seus amigos em busca de um tesouro secreto.
Tintin é um ícone cultural criado por Hergé. Trata-se de uma personagem universal e intemporal, cuja idade oficial é de 82 anos, que ao longo de gerações preencheu o nosso imaginário de mistério e intriga.  Através do herói viajamos para lugares exóticos em busca de tesouros perdidos e torcemos sempre para que a personagem consiga entregar os criminosos à justiça.
Hergé inspirava-se em tudo o que via chegando mesmo a afirmar que era uma "esponja", absorvendo tudo à sua volta. Algum do material que Hergé reuniu como parte da sua pesquisa pode ser visto no museu Hergé localizado em Louvain-La-Neuve, mesmo à saída de Bruxelas e o resto dos seus arquivos permanece nos estúdios Hergé, em Bruxelas.



quarta-feira, 11 de abril de 2012

Participação da biblioteca no concurso "Eu conto" em articulação com o pré-escolar e o 2º ciclo

As bibliotecas do agrupamento, em articulação com as turmas do pré-escolar, algumas turmas do  1º ciclo e com a área curricular não disciplinar de estudo acompanhado no 2º ciclo, participaram no concurso "Eu conto" subordinado ao tema "Solidariedade e cooperação", promovido pelo Plano Nacional de Leitura.
Foi a partir do desafio proposto por  José Saramago na obra "A maior flor do mundo" que a inspiração brotou.
 Os trabalhos realizados em contexto de sala de aula foram publicados no calameo e estão disponíveis em formato livro, nos seguintes endereços eletrónicos:

http://pt.calameo.com/read/0004468376d7afcc37425
http://pt.calameo.com/read/0004468371ac8d1112665

Parabéns a todos os escritores!

quarta-feira, 21 de março de 2012

Dia mundial da poesia - Poesia e natureza de mãos dadas

Aqui fica um poema para celebrar o "Dia mundial da poesia" e "O dia mundial da árvore".

A Menino e a Árvore


-De que servem teus galhinhos
Que se erguem verde além?

-Para abrigar passarinhos

E criancinhas também.






-E esse tronco sobranceiro

Que coisa pode ele dar?!

-Faz dele o marceneiro,

Os móveis de vosso lar.



-E quem é que te alimenta

A refeição qual será?

-É a raiz que me sustenta

De sais que a terra me dá.

 
-E as folhas verdes e amarelas

Subindo o tronco aos milhões?

-Ah! Eu respiro por elas!

As folhas são meus pulmões!


-E as flores pequenininhas

Com que te enfeitas?

-Vais ver, é delas que outras plantinhas

Iguais a mim vão nascer!




-E esses frutos cor-de-rosa

Que ponteiam no pomar?

-Para a boquinha gulosa

Que vive de perguntar.


 
Gente miúda. [em linha]. [consult. 21 de mar. 2012].

Disponível em URL: http://www.pragentemiuda.org/2010/09/mais-uma-linda-poesia-para-dramatizar.html#ixzz1pkkeuFHP


terça-feira, 13 de março de 2012

Ao serviço do leitor - "feira do livro nas bibliotecas do agrupamento"

É a pensar nos nossos leitores que mais um ano realizamos esta atividade.