quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

DESAFIOS PNL 2027




O PNL2027 tem vindo a publicar no seu portal e a divulgar nas redes sociais Desafios de Leitura e de Escrita que se dirigem fundamentalmente a um público escolar.
Estes Desafios podem ser explorados quer individualmente pelos alunos, quer com a mediação dos professores bibliotecários ou de outros professores.
Assim, convidamo-los a aceder aos Desafios do PNL2027 e a experimentar pô-los em prática.
Gostaríamos igualmente que partilhassem trabalhos resultantes desses Desafios.

Link: http://pnl2027.gov.pt/np4/leituras?cat_leituras=desafios&i=0

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Aprender com a biblioteca escolar: experiência-piloto de aplicação no ensino secundário 2017/2018

Aprender com a biblioteca escolar: experiência-piloto de aplicação no ensino secundário 2017/2018: Relatório da experiência-piloto de aplicação do referencial 'Aprender com a biblioteca escolar' em escolas do ensino secundário.

http://www.rbe.min-edu.pt/np4/home

MILD - Manual de Instruções para a Literacia Digital




Ver aqui:https://mild.rbe.mec.pt/
Ver aqui MILD em Castelo Branco: https://www.diariodigitalcastelobranco.pt/noticia/48407/portal-de-literacia-digital-apresentado-em-castelo-branco

O “MILD – Manual de Instruções para a Literacia Digital é um portal que visa desenvolver as competências dos jovens, principalmente dirigido dos 14 aos 20 anos (e de apoio a professores) nos domínios da leitura, dos media e da cidadania digitais.
No portal estão disponíveis temáticas como: 
·               Ler e escrever na rede
·               Literatura digital
·               Saber fazer na rede
·               Leitura dos media
·               Redes sociais
·               Imagem e cultura visual
·               Ser cidadão digital
·               Ética e responsabilidade
O MILD está disponível em –https://mild.rbe.mec.pt/

Semana da leitura 2019 "Hoje leitor, amanhã leitor"


Projeto "Mais vale prevenir"- Ação de sensibilização em Almeida

O Conselho de Prevenção da Corrupção, conclui no próximo mês as ações de sensibilização nas escolas que fazem parte no projeto “Mais vale prevenir”, pela primeira vez. As sessões, que tiveram inicio no passado mês de outubro de 2018 continuam esta semana, em Almeida, concluindo-se na primeira quinzena de fevereiro, em Évora.
As sessões de sensibilização, destinam-se a docentes, chefias e técnicos e as temáticas estão associadas à fraude e à corrupção, reforçando-se a importância da reflexão nestas áreas e as vantagens da elaboração de planos de risco de gestão.
Este Projeto, que já é apontado pela OCDE como modelar, foi lançado no passado ano letivo e surge na sequência da necessidade de atendermos cada vez mais à importância da formação cívica de crianças e jovens nas sociedades atuais e da consciência de que a prevenção da corrupção só pode ser feita por todos e com todos. Assim o Conselho de Prevenção da Corrupção desafiou as comunidades escolares (adultos, jovens e crianças) a refletirem, de forma orientada, sobre valores morais espelhados nas práticas quotidianas.
Neste quadro foram selecionados, nos últimos dois anos, quinze agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas, localizados de norte a sul do país, que têm participado neste Projeto de forma ativa e empenhada.
O Projeto aposta num carácter preventivo e formativo e visa despertar as comunidades escolares para duas vertentes fundamentais de ação nas escolas e designadamente junto dos alunos:
  • a promoção de espaços de reflexão sobre cidadania e valores, que envolvam todos os elementos da comunidade (pessoal docente e não docente, alunos e população adulta);
  • a sensibilização das escolas enquanto organização para a importância de cuidados de prevenção que acautelem riscos decorrentes da exposição a práticas de corrupção.
Os agrupamentos envolvidos, tomando como referência as orientações do CPC, apresentam projetos ajustados às suas características, contextualizando planos de atividades para o ano letivo. 2018-19.
Estão envolvidos no Projeto nove Agrupamentos de Escolas que iniciaram a sua participação no corrente ano letivo, bem como seis agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas que participaram no projeto-piloto que fundamentou o desenho do atual Projeto.
Agrupamentos de Escolas e escolas não agrupadas a trabalharem no Projeto
  • Agrupamento de Escolas de Perafita
  • Agrupamento de Escolas Dr. José Casimiro Matias
  • Agrupamento de Escolas de José Relvas
  • Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira, Santarém
  • Agrupamento de Escolas Raul Proença, Caldas Rainha
  • Agrupamento de Escolas Professor Armando Lucena, Malveira
  • Agrupamento de Escolas Gabriel Pereira, Évora
  • Agrupamento de Escolas de Elvas nº 3
  • Agrupamento de Escolas de Castro Marim
  • Agrupamento de Escolas André Soares, Braga
  • Agrupamento de Escolas Guilherme Correia de Carvalho, Seia
  • Agrupamento de Escolas Reynaldo dos Santos – Vila Franca de Xira
  • Escola Secundária de Moura, Moura
  • Agrupamento de Escolas Poeta António Aleixo, Portimão
  • Escola Secundária Domingos Rebelo, Ponta Delgada, Açores

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Projeto candidatura com mérito: "Da semente da palavra à flor do conhecimento"

Quando os livros, a tecnologia, a pedagogia e a entrega de professores e alunos se juntam, a sementeira acontece e os girassóis começam a crescer.
Obrigada a todos por acreditarem e continuarem a caminhar connosco.
Abraço amigo!









Oficina de arte: "Duas caras numa só"











Parabéns artistas do 1º e do 3º ciclos!
 Agora vamos organizar a exposição!





Sessões de sensibilização - Projeto "Mais vale prevenir"

Os alunos do 8º C promoveram uma sessão de sensibilização/reflexão sobre valores morais no âmbito da cidadania, com enfoque na prevenção da corrupção e nos valores, junto dos alunos do 4º ano.
Parabéns meninas e meninos!

Preparação dos materiais para a sessão

marcadores com provérbios sobre a corrupção
  1.  


quinta-feira, 11 de outubro de 2018

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

MÊS INTERNACIONAL DA BIBLIOTECA ESCOLAR 2018

A partir do tema definido pela International Association of School Librarianship (IASL) para o International School Library Month (ISLM) em 2018, "Why I love my school library", a RBE procurou uma formulação que melhor traduzisse para a língua portuguesa a ideia transmitida, optando-se por uma linguagem híbrida em que todas as gerações se reveem: “Eu ♥  biblioteca escolar”.
Como habitualmente, o Dia Internacional da Biblioteca Escolar será assinalado na quarta segunda-feira de outubro, dia 22.
Para além das propostas da IASL disponíveis aqui, a Rede de Bibliotecas Escolares lança o habitual desafio, para assinalar o Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE) e celebrar a importância das bibliotecas e de tudo o que têm de bom. 
Desta vez definimos dois destinatários: os alunos e os professores bibliotecários.

http://www.rbe.min-edu.pt/np4/2175.html

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Pinhel Ativo na Promoção do Sucesso Educativo





Congresso Municipal da Educação
18 e 19 de maio
Pinhel



terça-feira, 1 de maio de 2018

quarta-feira, 25 de abril de 2018

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Dia mundial do livro


Neste dia celebra-se em todo o mundo a magia do livro e o prazer da leitura.




UNESCO


Hoje também celebramos 45.000 visitas no blog.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Fake News




Conhecidas como fake news, as histórias fabricadas a partir do nada e com conteúdo intencionalmente falso são servidas ao público com manchetes atraentes para aumentar o número de leitores e para obter cliques e likes nas redes sociais. O seu caráter sensacionalista faz com que sejam propagadas a grande velocidade e consumidas por milhões de pessoas, provocando uma enorme influência na cultura popular.


Aprenda aqui a combater este fenómeno.

(IFLA)

MARCADOR DE LIVROS 
(adaptado)



segunda-feira, 9 de abril de 2018

Gamificação



O termo deriva de gamification, que na lingua inglesa remete para a utilização de mecânicas e dinâmicas de jogo para envolver as pessoas na melhoria das suas aprendizagens. 

O principal objetivo é o envolvimento do utilizador através da curiosidade, dos desafios, da competição e da recompensa imediata. 

A utilização da gamificação na educação é uma forma de incentivar determinados comportamentos nos alunos recorrendo a ferramentas tecnológicas para promover  processos de aprendizagem mais dinâmicos, rápidos e agradáveis.
Nos países desenvolvidos essa estratégia já é bastante utilizada para despertar o interesse dos alunos e promover condições de aprendizagem mais conectadas com o mundo real e com a experimentação. Na sala de aula, os professores podem usar a gamificação criando cenários, missões e desafios para os alunos cumprirem. O papel do professor é semelhante a um designer de jogos, procurando maneiras de atrair o aluno e fazendo com que este fique cada vez mais  envolvido e motivado para descobrir novas maneiras de interagir com o conhecimento e com o mundo ao seu redor.
A narrativa dos jogos deve ser direcionada ao conteúdo, substituindo a aula tradicional e criando um espaço de imersão no conhecimento. As instituições de ensino devem investir em plataformas de gamificação, desenvolvendo técnicas de aprendizagem baseadas na inovação tecnológica e em ambientes virtuais.

Saber mais:


sábado, 10 de março de 2018

Ministro da Educação na semana da leitura





"A leitura é a ferramenta absolutamente primeira para fomentar o acesso a todos os cidadãos - e desde a mais tenra idade - à pluralidade do conhecimento e à infinita riqueza da cultura", escreveu o governante no livro.




quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Semana da leitura 2018




Entre 5 e 9 de março, vamos comemorar a leitura e o leitor!


Nesta semana, convidamos escolas e entidades públicas e privadas a promoverem atividades para festejar a leitura como ato comunicativo, diálogo entre as artes, as humanidades e as ciências, espaço de encontro, criativo e colaborativo.


Exemplos de atividades em: